quinta-feira, 17 de junho de 2010


Como podemos não observar tudo que esta acontendendo a nossa volta em nosso meio.

O homem tem o poder destrutivo de acabar com tudo a sua volta mesmo não querendo faze-lo , por dia milhares de pessoas produzem milhões de toneladas de lixo em todo o mundo. Desde montante a sua grande maioria não imagina que isso aconteça, que sua simples significativa de existir contribui para a maior aceleração da degradação do planeta em decadas ou diria séculos.
Mesmo porque a ultima população a desaparecer do planeta pelo caos ocasionado pelo crescimento desenfreado e consumação total dos recursos maturais tem datas de séculos. Caminhamos, de acordo com cientistas, para as mesmas características que levaram ao desaparecimento de algumas civilizações.

O fato é que se não temos o conhecimento disso, como iremos prevenir que isso aconteça? E se alcançamos mesmo o ponto de degradação sustentável , o ponto sem volta matematicamente como também defendem outros cientistas?

Esta resposta não saberemos responder, mas, de qualquer forma temos que escolher, ou fazemos algo imediatamente e salvamos nossa casa ou esperamos para ver se isso vai mesmo acontecer!

Alexandre Robô

terça-feira, 4 de agosto de 2009

INFLUENZA A (H1N1) - MEDIDAS DE PREVENÇÃO!

PARA VISUALIZAR MELHOR CLIQUE NA IMAGEM


PREVENIR É CUIDAR, DE VOCÊ E DAS PESSOAS QUE AMA! PASSE ESTAS RECOMENDAÇÕES ADIANTE.


QUER SABER MAIS? ACESSE O SITE - http://www.cve.saude.sp.gov.br/






sexta-feira, 31 de julho de 2009

( GET ON ) FISIOTERAPIA: Inclusão de fisioterapeutas - LEI Nº 14.963

( GET ON ) FISIOTERAPIA: Inclusão de fisioterapeutas - LEI Nº 14.963

Inclusão de fisioterapeutas - LEI Nº 14.963


Prefeito sanciona a lei de inclusão de fisioterapeutas!
Projeto de lei do vereador Goulart aprovado na Câmara recebeu a sanção de Gilberto Kassab
O prefeito de São Paulo Gilberto Kassab sancionou nesta segunda-feira (dia 20) o projeto de lei nº 173/07, que inclui fisioterapeutas nas equipes multidisciplinares e multiprofissionais em programas de assistência à saúde no município de São Paulo.
O projeto de lei, proposto pelo vereador Goulart e aprovado na Câmara de Vereadores em junho, é agora lei municipal nº 14.963, de 20 julho de 2009. Segundo o vereador, o principal objetivo dessa lei é prevenir o aparecimento de doenças, tratando e prevenindo patologias com alto índice de incidência na população. O vereador também pretende propor o mesmo projeto para incluir os terapeutas ocupacionais nos programas de saúde do município.
Get on Fisioterapia - "Agora é lei e esperamos que a prefeitura faça valer além do papel, a muito tempo lutamos por isso , por oportunidades, direitos e resultados!"
Veja nos links abaixo com a integra da lei publicada no Diário oficial e o projeto apresentado na Câmara Municipal de São Paulo:
veja também o texto no site do crefito 3 :
Obrigado a todos envolvidos,
Parabens!

quinta-feira, 11 de junho de 2009

FISIOTERAPIA PARA UM MUNDO MELHOR.


Podemos verificar a grande importância do fisioterapeuta dentro do cenário da saúde e no sentido de modificar a visão exclusivamente vinculada a reabilitação e à recuperação dos indivíduos, e se expandir, em atividades voltadas á atenção primaria á saúde. Para tanto o fisioterapeuta tem que agir como educador e promover idéias e ações que contribuam para o controle e prevenção das enfermidades, contribuindo para uma melhor assistência a saúde para a comunidade em todos os seus aspectos, modificando a realidade desta população. A fisioterapia bem como os demais profissionais de saúde podem se integrar, unindo esforços para melhorar as condições de saúde da população, a partir da analise da situação como todo, garantindo a intervenção sobre os problemas, promovendo saúde básica e sanitária, prevenindo, protegendo, recuperando e reabilitando a comunidade de forma integra.

quinta-feira, 30 de abril de 2009

A IMPORTÂNCIA DA FISIOTERAPIA NA GERIATRIA


Os avanços médicos das últimas décadas promoveram a queda da mortalidade entre as doenças infecciosas, beneficiando os grupos mais jovens da população. Estes “sobreviventes” passam a viver mais e expostos a fatores de risco para doenças crônico-degenerativas.
O segmento que cresce mais rápido é o de pessoas acima de 75 anos. Estes 12% idosos ocupam 33% do tempo do medico e a usam 25% das medicações prescritas. Além disso, são responsáveis por 40% das admissões hospitalares. A previsão para os próximos 20 anos é um aumento de idosos atingindo 18% do total da população, com grande impacto econômico social.
No Brasil, 5,85% da população é maior de 65 anos. No período de 1950 a 2025, o número de idosos no país deverá aumentar em 15 vezes, enquanto o restante da população em 5 vezes (Projeções da Organização Mundial de Saúde, OMS). O país ocupará o 6.° lugar no mundo quanto ao contingente de idosos, alcançando 32 milhões de pessoas com 60 anos ou mais, em 2025.
Como decorrência do crescimento da população idosa e do aumento da longevidade, as doenças do aparelho cardiocirculatório continuarão a liderar as estatísticas de letalidade, seguidas pelos cânceres e por outras doenças crônicas, como as do aparelho respiratório, e osteoarticular.
Alia-se a estas mudanças o aumento do tabagismo, apesar das campanhas anti-tabágico, diminuição das atividades físicas diárias, mudança do perfil de dieta (rica em calorias e gorduras) e aumento do estresse. Estes fatos fazem surgir cada vez mais casos de obesidade, dislipidemia (alterações do colesterol e triglicérides), hipertensão arterial sistêmica e aumento de resistência à insulina (componentes da síndrome metabólica). Todos estes fatos juntos predispõe as doenças cardiovasculares.Este tipo de transição epidemiológica obrigará a readequar os programas de saúde pública, com prioridade para as medidas assistenciais e preventivas para as doenças não transmissíveis, e programas sociais com forte ação na socialização do idoso e seu retorno a vida ativa no mercado de trabalho.
Para cuidarmos dos idosos que as atuais conjunturas populacionais estão criando, necessitamos de profissionalizar os jovens prevendo para as próximas décadas o seu ingresso no futuro contingente de idosos. Pois, como sabemos, o emprego, é um fator determinante por toda a vida adulta, tendo grande impacto sobre a preparação, sob o aspecto financeiro, da pessoa para a velhice.


Papel da fisioterapia

O fisioterapêuta deste século deverá estar preparado para atuar na equipe multi e interdisciplinar, conhecendo os múltiplos aspectos das doenças crônicas e principalmente, das condições bio-psico-sociais dos idosos. O papel preventivo deverá sobrepujar o caráter reabilitatório das fisioterapias atuais. A atuação integrada do fisioterapêuta deverá ser sentida de forma consistente em todos os níveis de atendimento ao idoso. Procurando agir nos ambulatórios e consultórios médicos, evitando-se a hospitalização, que é considerada fator de risco de óbitos por provocar condições que agravam a saúde, como infecções, isolamento social, iatrogenia, entre outras que podem proporcionar perda de independência e autonomia.
Como sabemos os idosos hospitalizados apresentam um declínio físico progressivo e após a alta hospitalar, nem sempre conseguem recuperar o seu desempenho funcional anterior. Cabe ao fisioterapêuta, atuar neste segmento, de forma a minimizar estas “seqüelas” reabilitando o idoso de forma plena no mais breve período de tempo possível.
O fisioterapêuta do século XXI, necessita de conhecimentos a respeito não só da patologia que está sendo tratada, mas também de noções de nutrição, farmacologia, psicologia, filosofia e sociologia. Pois, não raramente será solicitado, pelo paciente, de informações a este respeito. Estas informações, certamente, não virão apenas das cadeiras do curso de fisioterapia, mas do convívio com as equipes que atendem os idosos.




Referência:


CUNHA, U e VEADO MAC- Fratura da extremidade proximal do fêmur em idosos: independência funcional e mortalidade em um ano. Revista de Ortopedia e Traumatologia, junho 2006,VOL 41, NO 6,p.195-199.


MAIA FOM, DUARTE YAO,LEBRAO ML et al Risk factors for mortality among elderly people. Revista Saúde Pública, Dec. 2006, vol.40, no.6, p.1049-1056.IBGE.


Informações estatísticas e geocientíficas. [on line]

OMS _ Envelhecimento ativo [on line]


"Extraido do site Medicina Geriatrica."

VEJA ESTE VIDEO

http://facafisioterapia.chakalat.net/2009/02/video-ser-fisio-e-ser-assim.html

domingo, 5 de abril de 2009

sábado, 21 de março de 2009

SER DIFERENTE É NORMAL





O Instituto MetaSocial é uma organização não-governamental sem fins lucrativos direcionada para o desenvolvimento de projetos de informação e busca de parcerias junto ao meio acadêmico e empresas, visando a inclusão da pessoa com deficiência. O IMS não recebe verbas governamentais, não possui sede e não faz atendimento direto ao público.
Usando a força da mídia de forma positiva e dinâmica, o Instituto realiza e participa de campanhas/eventos com o objetivo único de informar a sociedade sobre as potencialidades e capacidades dessas pessoas.
A cada ação, uma onda de conscientização vai se formando, permitindo que novos espaços sejam conquistados.
coneça mais no site:
SER DIFERENTE É NORMAL

quinta-feira, 12 de março de 2009

REFLEXOS - Neurofisiologia



- O reflexo pode ser definido como uma resposta motora ou secretória do nosso organismo, independente da nossa vontade, provocada por um determinado estímulo, como por exemplo:
• a retirada imediata da mão de uma panela muito quente;
• extensão da perna após a percussão e estiramento do tendão patelar;
• fechamento da pupila com o aumento da intensidade luminosa;
• aumento da secreção gástrica com a chegada do alimento no estômago.
Quer saber mais?
Visite o link a seguir:
Bom Estudo!

REATECH A FEIRA INTERNACIONAL DE TECNOLOGIA EM REABILITAÇÃO, INCLUSÃO E ACESSIBILIDADE



EM ABRIL COMEÇA MAIS UMA REATECH A FEIRA INTERNACIONAL DE TECNOLOGIA EM REABILITAÇÃO, INCLUSÃO E ACESSIBILIDADE, QUE ESTA EM SUA OITAVA VERSÃO. A FEIRA REUNE PROFISSIONAIS, ESTUDANTES, EDUCADORES E REPRESENTANTES DO SETOR, NÃO DEIXE DE CONHECER VOCÊ TAMBÉM É UMA GRANDE OPORTUNIDADE PARA ADQUIRIR NOVOS CONHECIMENTOS. A ENTRADA É GRATUITA, IMPRIMA SEU CONVITE ATRAVÉS DO LINK:

EU VOU! E VOCÊ?

VIII FEIRA REATECH -

O MANTENEDOR DO BLOG GET ON FISIOTERAPIA É VISITANTE VIP DA VIII FEIRA REATECH.

terça-feira, 10 de março de 2009

MÚSCULOS - origem, inserção, contração, termos de movimentos, etc.


Em nosso corpo humano existe uma enorme variedades de músculos, dos mais variados tamanhos e formato, onde cada um tem a sua disposição conforme o seu local de origem e de inserção.
Temos aproximadamente 212 músculos, sendo 112 na região frontal e 100 na região dorsal. Cada músculo possui o seu nervo motor, o qual divide-se em muitos ramos para poder controlar todas as células do músculo. Onde as divisões destes ramos terminam em um mecanismo conhecido como placa motora.O sistema muscular é capaz de efetuar imensa variedade de movimento, onde toda essas contrações musculares são controladas e coordenadas pelo cerebro.
Além disso não podemos esquecer de salientar da importância dos músculos na postura e nas dores, pois sabemos que muitas lombalgia ou cervicalgia são provocadas por encurtamento de músculos, sendo necessário com isso que os mesmos estejam em uma posição mínima de comprimento.Um fato importante é com relação ao encurtamento dos músculo da cadeia posterior e fraqueza dos músculos da cadeia anterior que pode provocar muitas vezes dores e posicionamento inadequado do indivíduo, sendo com isso necessário termos um equilibrio com relação aos músculos.As patologias mais comuns desse desiquilibrio são: as lombalgias, cervicalgia, dores no nervo ciático, pubeite, lateralização da patela, entorse de tornozelo, tendinites e outras patologias.
Os músculos são os órgãos ativos do movimento. São eles dotados da capacidade de contrair-se e de relaxar-se, e, em conseqüência, transmitem os seus movimentos aos ossos sobre os quais se inserem, os quais formam o sistema passivo do aparelho locomotor. O movimento de todo o corpo humano ou de algumas das suas partes - cabeça, pescoço, tronco, extremidades deve-se aos músculos. De músculos estão, ainda, dotados os Órgãos que podem produzir certos movimentos (coração, estômago, intestino, bexiga etc.).
SE VOCÊ ESTA QUERENDO SABER MAIS SOBRE MUSCULOS, SEUS MOVIMENTOS, CONTRAÇÕES, ORIGEM, INSERÇÃO, FUNÇÃO, ETC. NÃO DEIXE DE CONFERIR ESTE SITE COM O TEMA MUITO BEM EXPLICADO, ONDE ACREDITO QUE SERÁ MUITO ÚTIL PARA SEU ESTUDO, TÁ AI O LINK -
Bom estudo!

A fisioterapia nos dias atuais.












A fisioterapia já não é mais a mesma. Antes privilégio da ortopedia, esse fabuloso recurso terapêutico atua hoje nas mais diferentes áreas com técnicas, metodologias e abordagens específicas que tem o objetivo de sanar, minimizar e principalmente prevenir as mais variadas afecções.
Só para se ter uma idéia, o fisioterapeuta pode atuar na ortopedia, obstetrícia, pediatria, geriatria, reumatologia, medicina esportiva, neurologia,cardiologia e pneumologia. Além disso atua nos casos de queimaduras graves que necessitam de internação hospitalar. Segundo Oseas de Moura Filho, Fisioterapeuta e Professor da Universidade de Fortaleza, a fisioterapia é uma ciência que utiliza uma fundamentação sistematicamente estudada e estabelecida através de métodos científicos próprios.
Além disto, a complexidade da profissão reside na necessidade do entendimento global da fisiologia, anatomia, semiologia do homem, baseado na Biofísica, Bioquímica, Cinesiologia, Biomecânica e outras ciências básicas. Ainda segundo Oseas, a fisioterapia possui um corpo próprio de conhecimentos, uma metodologia própria de intervenção, privativa do fisioterapeuta, ficando a critério do mesmo a ordenação, intervenção, consulta e alta fisioterapeutica.
Prevenção--Ao contrário do que muita gente pensa, a fisioterapia não é simplesmente uma terapia de reabilitação. Além de recuperar, ela pode prevenir doenças e curar. A prevenção, aliás, é a primeira atribuição da fisioterapia. Nesse caso é fundamental o trabalho de conscientização, ou seja, a tarefa de alertar e orientar o paciente sobre a necessidade de adotar procedimentos adequados em certas situações.

Cura--Outra atribuição da fisioterapia está ligada à cura. Tem por objetivo devolver os movimentos perdidos depois de uma doença em que a pessoa ficou um longo tempo imobilizada. A fisioterapia curativa está mais ligada à área ortopédica. Por exemplo: pessoas sadias tem força muscular semelhantes nos dois lados do corpo. A variação de força entre o lado direito e o esquerdo chega apenas a 10% e está diretamente relacionada ao fato de a pessoa ser canhota ou destra.
A força muscular é gerada pelas fibras que compõem os músculos. São mantidas por determinados estímulos (andar, pegar objetos, movimentar os membros). Uma lesão grave - fratura, ou rompimento de tendão - muitas vezes implica cirurgia e imobilização (gesso). Após algumas semanas,essas imobilizações causam atrofia muscular. O membro fica mais fino (as fibras musculares diminuem de volume) e, com isso, os músculos perdem força e resistência. E é aí que a fisioterapia entra para devolver todos os movimentos perdidos, a força e a vitalidade dos músculos. É a cura.

Reintegração---Reintegrar a pessoa à sociedade é outro objetivo da fisioterapia. É a chamada reabilitação. Estimulação do potencial neurológico em pessoas que sofreram sequelas irreversíveis (perda de membros, lesões neurológicas).

As armas-- Os recursos da fisioterapia previnem, curam e reabilitam. Para que o especialista escolha os que serão utilizados, ele terá de analisar não só a doença ou a patologia que deu origem ao problema, mas também como a pessoa estará reagindo ao estímulo da fisioterapia.
Conheça os mais conhecidos recursos da Fisioterapia à sua disposição:

Cinesioterapia - Terapia por movimentos. São exercícios que têm como objetivo trabalhar articulações e musculatura.
Eletroterapia - Terapia com aparelhos elétricos, como o ultra-som. Facilita a recuperação dos tecidos lesados.
Mecanoterapia - Terapia com aparelhos mecânicos para fortalecer a musculatura. Massoterapia - Terapia pela massagem. A manipulação dos tecidos e músculos do corpo estimula a circulação, a mobilidade e a elasticidade.
Hidroterapia - Terapia feita dentro da água. Utiliza exercícios para articulações e músculos. Termoterapia - tratamento com aplicação de calor.
Crioterapia - emprego de gelo como terapêutica, geralmente em aplicações localizadas para tratamento de contusões e luxações.

Fonte: http://www.fisiohoje.hpg.ig.com.br
DRA DANIELA SOUTO - FISIOTERAPEUTA http://www.danielasouto.net/

DRª DANIELA SOUTO - FISIOTERAPEUTA

____________________________________________________________________
"Ola Alexandre

Que bom receber seu email. E voce desde já esta autorizado a reproduzir sim, sem problemas. Como fisioterapeuta, acredito que a propagação e divulgacao da nossa profissão é um ponto para que a sociedade reconheça nossa importancia.


Fique atento porque toda segunda tem artigos disponiveis no blog.

Irei colocar o seu blog como link la no blog

Abração. "

_______________________________________________
Enviada:
terça-feira, 10 de março de 2009
_______________________________________________


{{{ É com muito prazer que informo que fui autorizado pela DRª DANIELA SOUTO á publicar suas excelentes matérias neste blog, com conteúdo rico e informações muito importantes. conheça já esta profissional apaixonada e dedicada a profissão, sempre pronta para divulgar a importância da FISIOTERAPIA para a VIDA. // entre - http://www.danielasouto.net/ }}}}


Obrigado Doutora!